Dia Mundial da Internet
Os Campos da Minha Terra

Os Campos da Minha Terra

Tal qual a flor silveste

Eu gosto da liberdade

Nos jardins, sinto-me triste

Do campo, sinto saudade

 

Prados verdes, luminosos,

Por onde onde feliz corria

Raios de sol, radiosos,

Que me lembravam magia

 

Os campos, na Primavera,

Pejadinhos de mil flores

Nos ramos, aves singelasArrulhando seus amores

 

Esse, o meu mundo querido,

Onde tudo é real, puro

Onde um amigo é amigo

E se tem fé no futuro

 

E a ele quero voltar

Logo que Deus o permita

Para aí ir relembrar

Meus tempos de pequenita

 

Ziza, Maio de 2021

VENHA CONHECER.

Agende uma visita sem compromisso.

Copyright © 2019 RECREIO DA ANDORINHA. Todos os direitos reservados.
Developed by Laranja Zen.